---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Saúde
Gaspar intensifica campanha de prevenção da Febre Amarela

Publicado em 18/02/2020 às 15:44 - Atualizado em 18/02/2020 às 15:44

Card Macacos - Febre Amarela
Créditos: Governo do Estado de Santa Catarina Baixar Imagem

 

 

 

   A Prefeitura de Gaspar, por meio da Secretaria de Saúde e Diretoria de Vigilâncias em Saúde, recebeu nesta segunda-feira, 17, a confirmação da primeira morte de macaco por febre amarela no município. Mesmo antes da confirmação, providências foram tomadas para garantir a prevenção e imunização dos moradores da região. Campanha de vacinação segue com vacinas disponíveis em toda a rede pública.

   O animal, da espécie bugio, foi encontrado no final de janeiro por morador no bairro Belchior Alto, em região de mata fechada. A coleta do material para análise foi feita no dia 28 de janeiro pela médica veterinária da Secretaria de Agricultura do município com o auxílio da Vigilância Epidemiológica de Gaspar. As amostras foram encaminhadas para o Laboratório FioCruz, do Paraná, onde foi confirmado nesta segunda-feira, dia 17, que o primata estava infectado com o vírus da febre amarela.

   Assim que o animal foi encontrado, a Diretoria de Vigilâncias em Saúde tomou todas as medidas cabíveis para garantir a segurança dos moradores da localidade. Equipes de saúde foram até as casas dos moradores que residem perto do local em que o bugio foi encontrado para averiguar a caderneta de vacinas e, se caso fosse necessário, aplicar a vacina contra a Febre Amarela.

   É importante lembrar que os macacos não transmitem a febre amarela, eles são vítimas da doença, assim como os humanos. A febre amarela é transmitida apenas pela picada do mosquito infectado. Matar macacos é crime ambiental e prejudica o controle da doença, já que ao contraírem o vírus, servem de alerta para a presença da doença no local.

   Informe epidemiológico da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina desta segunda-feira, dia 17, confirma três casos da doença em humanos no Estado. Em Blumenau, Jaraguá do Sul e São Bento do Sul. O boletim ainda confirma que oito macacos foram mortos pelo vírus da febre amarela, destes, dois foram encontrados em Blumenau. Outros 144 casos estão em investigação.

 

Ministério da Saúde determina reforço na vacinação aos quatro anos

   Em dezembro de 2019, o Ministério da Saúde atualizou as indicações de vacina de febre amarela no Calendário Nacional de Vacinação. Agora o esquema básico prevê uma dose de reforço para crianças de quatro anos de idade de todo o Brasil, além da dose de proteção que já era prevista aos nove meses. A dose de reforço também objetiva imunizar pessoas que não se lembram se já estão imunizadas, independentemente da idade. A mudança passou a valer a partir de janeiro deste ano.

 

Vacina

   É importante salientar que se a pessoa tiver recebido uma dose da vacina antes de completar cinco anos de idade, está indicada a dose de reforço, independentemente da idade. Pessoas com mais de 60 anos devem consultar um médico antes de se imunizar. A dose está disponível gratuitamente, durante todo o ano, em todas as salas de vacinação do município, que atendem diariamente das 8h às 12h, e das 13h às 16h.

- ESF Figueira (Rua Rio Negrinho, s/n, Figueira)

- ESF Bela Vista (Rua Adriano Kormann, 700, Térreo, Bela Vista)

- ESF Coloninha (Prefeito Leopoldo Schramm, 250, Coloninha)

- ESF Centro (Rua Augusto Beduschi, 130, Centro)

- ESF Gaspar Grande (Rua José Anastácio da Silva, s/n, Gaspar Grande)

- ESF Sete de Setembro (Rua Arnoldo Bernardino de Souza, 75, Sete de Setembro)

- ESF Santa Terezinha (Rua Jacob Junkes, s/n, Santa Terezinha)

- ESF Barracão (Rua João Barbieri, 143, Barracão)

- ESF Belchior (Rua Germano Tillmann, 100, Belchior)

- ESF Waltrudes Bósio (Margem Esquerda I) (Rua Pedro Simon, s/n, Margem Esquerda)

- ESF Margem Esquerda II (Rua Projetada 04 do Loteamento Jardim das Arábias, 136, acesso pela Rua Rodolfo Muller, Margem Esquerda)

- ESF Vereador José Bonetti “Nino” (Gasparinho Quadro) Rua Fênix, 130, Gasparinho

- ESF Poço Grande (Rua Renato Manoel Peixoto, s/nº, Poço Grande)

 

Sobre a Febre Amarela 

(Informações da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina)

O que é a Febre Amarela?

   É uma doença infecciosa febril aguda, que pode levar à morte em cerca de uma semana se não for tratada rapidamente. Em ambiente silvestre, os mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes transmitem o vírus, e os macacos são os principais hospedeiros. Os casos humanos ocorrem quando uma pessoa não vacinada entra em contato ou mora próximo às matas e é picada por um mosquito contaminado. No ciclo urbano, o vírus é transmitido ao homem pelos mosquitos Aedes aegypti.

Quais os sintomas da Febre Amarela?

   Os sintomas iniciais incluem: febre de início súbito, calafrios, dor de cabeça, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. Em casos graves, a pessoa pode desenvolver: febre alta, icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), hemorragia e, eventualmente, choque e insuficiência de múltiplos órgãos. Cerca de 20% a 50% das pessoas que desenvolvem a doença na forma grave podem morrer. Vale chamar a atenção para o fato de que a febre amarela pode levar à morte em cerca de uma semana se não for tratada rapidamente.

Qual a forma de transmissão

   A doença não é contagiosa, ou seja, não há transmissão de pessoa a pessoa. A Febre Amarela é transmitida somente pela picada de mosquitos infectados com o vírus.

Qualquer pessoa está em risco de contrair febre amarela silvestre?

   Sim, pode adquirir a doença qualquer pessoa que não tenha sido vacinada e que resida em áreas onde há registro de transmissão da doença ou apenas as visite, independentemente da idade ou do sexo.

Prevenção

   A única forma de evitar a febre amarela é a vacinação.

 

Ao encontrar um macaco morto ou doente, a Vigilância Epidemiológica orienta a entrar em contato imediatamente através do telefone 3703-3774. Durante finais de semana e feriados, o contato deve ser feito pelo número 99779-1888.

Secretaria de Saúde: 3703.3700