Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Agricultura
Agricultura orienta sobre pastagem de inverno

Publicado em 16/08/2021 às 16:01 - Atualizado em 16/08/2021 às 23:09


Créditos: Divulgação Baixar Imagem

A Prefeitura de Gaspar, por meio da Secretaria da Agricultura e Aquicultura, tem orientado agricultores e produtores rurais com relação aos cuidados com o inverno e temperaturas baixas. Os técnicos da Secretaria incentivam o azevém como pastagem de inverno e alternativa para driblar os impactos das geadas. O fenômeno natural deteriora a forragem e faz com que o gado passe a rejeitá-lo como alimento. Forragem são as plantas geralmente produzidas nos pastos como alimento aos animais. Muitas espécies diferentes fazem parte. No município, existe este tipo de produção.

Um exemplo é do médico veterinário Renato Beduschi, proprietário da Fazenda Pinheiro, no bairro Santa Terezinha. Criador de bovinos, conta com uma área de em torno de 6,5 hectares. O produtor vem investindo no melhoramento de suas pastagens nativas com a introdução destas espécies forrageiras de inverno. Como o azevém. A planta contém altas taxas de nutritividade, servindo bem como alimento ao gado, principalmente para vacas leiteiras.

O manejo consiste na correção do solo, com aplicação de calcário nas pastagens nativas (que cresce após a destruição da pastagem original) e posteriormente introduzindo o plantio de azevém. “Esse ano tivemos um inverno forte e a agricultura pecuária precisa estar preparada. A atividade é uma das mais importantes para a economia da cidade, portanto, promover estas ações alternativas e modernizar técnicas, são ações amplamente fomentadas pela Secretaria da Agricultura”, salienta André Waltrick Pasqual, secretário de Agricultura e Aquicultura.

O Plantio é realizado a lanço, sem revolvimento do solo. Ou seja, não é necessária a utilização da técnica que consiste em revirar camadas do solo e que aumentam os níveis de oxigenação da matéria orgânica. Após o plantio de azevém, o gado deve continuar na área, para melhor incorporação da semente, junto ao solo. Logo em seguida, a área poderá ser roçada para um melhor estabelecimento do azevém. Quanto aos cuidados para fertilização, é utilizada uma adubação com insumos formulados com: nitrogênio, potássio, fósforo e adubação nitrogenada, para um melhor desenvolvimento da pastagem. A época mais indicada para essa prática é a partir da metade de abril, onde as espécies nativas começam a paralisar seu crescimento, devido à chegada do frio.

O manejo da pastagem de azevém, com o pastejo dos animais, começa quando a forrageira atinge de 12 a 25 cm de altura, quando é necessário retirar os animais da área, passando para outra área a ser manejada. Esse manejo possibilita o máximo aproveitamento da forrageira na sua maior qualidade. O ciclo desta espécie de inverno, ao seu final, (geralmente no mês de setembro), possibilita o rápido estabelecimento das pastagens nativas no período primaveril.

“A Secretaria de Agricultura e Aquicultura tem colaborado com essas iniciativas com a campanha de distribuição de calcário, em conjunto com o Governo Estadual. Bem como a disponibilização dos equipamentos da Patrulha Mecanizada e acompanhamento técnico dessas práticas culturais”, destaca o secretário. A aplicação do calcário aumenta a potencialidade produtiva do solo. Corrige a acidez, neutraliza efeitos fitotóxicos do manganês e alumínio e fornece macronutrientes como o cálcio e magnésio.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar